Eng. Katia Albany

Especialista em NR 10

Sobre mim

Formada em Engenharia Elétrica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) com pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho. Fundadora da Anak Treinamentos e Capacitação Profissional e Presidente da ABRACOPEL PR – Associação Brasileira de Conscientização dos Perigos com Energia Elétrica, no estado do Paraná.
Atua há alguns anos implantando Adequação NR 10 em indústrias, elaborando Prontuário de Instalações Elétricas e ministrando treinamentos sobre normas.

IMG_0799 2

Referência nacional em NR 10

Tem milhares de seguidores nas redes sociais, onde compartilha conteúdos da área elétrica diariamente.

Mais de 5 mil profissionais treinados em todo o Brasil

Nos cursos de: NR 10 Básico, NR 10 SEP, Descomplicando a NBR 5410, Como fazer Adequação NR 10, Especialista em Prontuário das Instalações Elétricas e Áreas Classificadas.

Um pouquinho mais...

Bom, o que você leu até aqui é o que praticamente todo mundo sabe sobre mim, mas se você quer me conhecer melhor, tira 5 minutinhos para ler minha história aqui embaixo…

Olá! Tudo bem? Eu sou a Katia, uma engenheira apaixonada por NR 10.

Sempre me perguntam por que entrei na engenharia, e a resposta é: influência do meu pai, ele é um “engenheiro sem diploma” (mais pra frente explico o porquê) e desde criança ele me mostrava documentários e histórias sobre grandes gênios da humanidade, Nikola Tesla sempre foi o meu favorito.

Mas eu não entrei logo de cara em engenharia elétrica, eu comecei cursando engenharia de computação, ao longo do curso tive várias matérias de elétrica e fui me apaixonando pela área e no último ano eu resolvi mudar para engenharia elétrica, ambos os cursos eu fiz na UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Mas vou te contar como tudo começou 😉

Bom, desde muito pequena eu acompanhava meu pai na empresa, queria ser como ele. Aqui você pode ver uma foto minha com 5 anos no escritório do meu pai brincando de ser empresária.

Minha visão empreendedora começou com 8 anos de idade, quando resolvi fabricar carrinhos de rolimã para vender para meus colegas da escola, com todo o dinheiro que juntei consegui dar entrada no meu primeiro computador. Aos 10 anos ajudava meu pai na empresa, na época ele comprava alumínio para derreter e vender, eu e meu irmão ficávamos a tarde toda tirando os lacres das latinhas, aqui tem uma foto nossa.

Sempre fui muito estudiosa e sou apaixonada por xadrez, na época do ensino fundamental fui campeã em vários torneios estaduais e nacionais. Aos 14 anos eu usava um cômodo da minha casa como escritório, eu fazia formatação de computador dos vizinhos e amigos, sempre gostei do mundo da informática e já tinha muito conhecimento sobre isso (agora entende porquê entrei em engenharia de computação rsrs), naquela época poucas pessoas sabiam mexer com computadores. Paralelo a isso eu também era jogadora de vôlei profissional e modelo (sim, pq eu tenho 1,80m haha). Mesmo muito nova já tinha algumas fontes de renda e nunca fui acomodada.

Aos 15 anos tive uma fratura no joelho e parei de jogar vôlei e trabalhar como modelo, foi quando foquei 100% nos estudos.

Passei no vestibular da federal com 16 anos e entrei para engenharia de computação. Durante a graduação eu abri uma empresa de arte gráfica e web design, eu sempre gostei dessa área. Mas eu precisava escolher entre continuar com a empresa ou mudar de cidade para cursar engenharia elétrica, e escolhi a segunda opção.

Me formar em engenharia não foi fácil, é um curso muito difícil, eu peguei dependências em várias matérias e até pensei em desistir. Mas eu sabia onde queria chegar, por isso continuei firme e conquistei meu tão sonhado diploma de engenheira eletricista, essa é uma foto do dia da minha formatura, foi um dos dias mais felizes da minha vida.

Quando caiu a ficha que eu tinha me formado eu pensei: “E agora? O que eu faço?”. Eu era muito insegura, sentia que não sabia fazer nada na área.

Um mês após me formar recebi uma proposta de emprego de uma empresa de engenharia de segurança do trabalho, onde o meu trabalho ia ser dar curso de NR 10. Eu pensei comigo: “O que raios é NR 10?” Eu não aprendi sobre isso na engenharia, nem sabia direito o que era. Mas como era a única opção que eu tinha na época eu fui, estudei muito sobre o assunto e todo mundo gostava das minhas aulas. Fiquei 6 meses na empresa, foi tempo suficiente para aprender tudo o que eu precisava, sai de lá e abri minha empresa de engenharia, onde oferecia serviços de projetos, laudos e treinamentos.

Anak Engenharia e Treinamentos, esse era o nome da minha empresa, aí você pode me perguntar, mas porque Anak? Tem a ver com seu nome? Vou te contar o significado, pra mim ele é muito importante!

Lembra que falei no começo do texto que meu pai é um “engenheiro sem diploma”, então, eu disse isso porque meu pai sabe absolutamente tudo sobre fabricação de máquinas para reciclagem de plástico, ele fundou sua empresa em 1988 e trabalha até hoje nela. O nome da empresa do meu pai é Krakatoa Máquinas, ele tem fascínio por fenômenos da natureza e Krakatoa é o nome do vulcão que fica na Indonésia e que causou a maior explosão vulcânica no planeta terra, sendo o som mais alto já produzido no mundo (310 dB), coloquei uma foto dele abaixo.

Mas o que isso tem a ver com o nome Anak? Então, essa explosão foi tão forte que acabou originando outro vulcão menor na mesma ilha, chamado Anak Krakatoa. Ou seja, o Anak é considerado “filho do Krakatoa”. Essa foi a forma que usei para honrar meu pai por tudo o que ele fez por mim, sem ele eu não estaria aqui hoje, sei que pra ele isso significou muito. Agora você sabe a história. Esse cara cabeludo das fotos é meu pai.

Agora voltando a história da empresa, eu trabalhei muito dando treinamento de NR 10 no início, até porque eu ainda não conhecia todas as possibilidades que a NR 10 oferece, achava que se resumia a um treinamento de segurança do trabalho. Devido ao fato de estar todo dia dentro das indústrias e empresas foram surgindo outras demandas de serviços, e eu não sabia ainda como fazer, mas aceitei todos os desafios e fui aprendendo no processo. Foi muito difícil aprender sozinha, gastei muito tempo, energia e dinheiro nisso. Passava horas debruçada em cima de normas e livros, já chorei em cima de projetos e normas, por não saber fazer aquilo. Mas eu não podia desistir, eu sabia onde queria chegar.

Os serviços que mais executei foi Adequação NR 10 e Prontuário das Instalações Elétricas, que é uma exigência dentro da NR 10, eu percebi que são os serviços mais rentáveis da área elétrica e existe uma grande demanda no mercado, pois esses serviços englobam todos os outros, como laudos, projetos, relatórios etc. Aqui embaixo tem foto minha dando treinamento nas empresas.

Em 2019 eu decidi que iria começar meu perfil profissional na internet, queria divulgar meu trabalho para atrair mais serviços para a minha empresa. Comecei a criar cursos online, dar mentorias, consultorias, e esse projeto tomou uma proporção maior do que eu esperava e hoje já treinei mais de 5 mil alunos em todo o Brasil.

Eu percebi que a grande maioria dos profissionais da área não conhecem a fundo a NR 10, como eu não conhecia. Eles não sabem as oportunidades de serviços que existem para quem domina esse assunto. Por isso, eu decidi focar meu trabalho 100% em educação e conhecimento. Hoje minha empresa chama-se Anak Treinamentos e Capacitação Profissional.

Atualmente ofereço diversos cursos online da área elétrica: NR 10 Formação e Reciclagem, Descomplicando a NBR 5410, Áreas Classificadas, Como fazer Adequação NR 10, Especialista em Prontuário das Instalações Elétricas e tenho outros em fase de criação.

Poder levar conhecimento sobre o mundo da NR 10 para pessoas de todo o Brasil é o que me move.

Afinal, só existem duas formas de atuar na área elétrica: “A primeira é de acordo com a NR 10 e a segunda é a errada”.

Te convido a conhecer o fantástico mundo da NR 10, posso ser sua guia, você topa?

Se quiser saber mais sobre mim e sobre meu trabalho manda um e-mail para contato@engkatiaalbany.com, vou adorar conversar com você!